google-site-verification: google917a2c788288d010.html
top of page

Prática de acupuntura não é exclusiva de médicos, defende o Ministério Público


Em Abril de 2018, o Conselho Nacional de Saúde (CNS) divulgou uma nota desmentindo a exclusividade médica para a prática da acupuntura além de afirmar que "a acupuntura é praticada no Brasil de forma multiprofissional há mais de 100 anos em todos os níveis de atenção à saúde e que informações contrárias à difusão desta prática não condizem com a verdade''.


Atualmente, a acupuntura é classificada como profissão de nível técnico na Classificação Brasileira de Ocupações do Ministério do Trabalho e Emprego, a qual prevê que é atribuição do acupuntor realizar ''prognósticos energéticos por meio de métodos da medicina tradicional chinesa para harmonização energética, fisiológica e psico-orgânica''.


Lembrando que os benefícios da atividade para a saúde são inúmeras, incluindo a redução do tempo de internação e a quantidade de medicamentos utilizados em uma série de tratamentos, o CNS reiterou que a acupuntura ''pode ser executada por qualquer profissional de saúde qualificado para tal, não sendo necessária a formação em medicina''. Para o CN, mais profissionais da saúde podem ''partilhar a acupuntura e gerar saúde à população''.


Em nossa Clínica, temos profissionais muito qualificados, o acupunturista Fábio Pense é formado desde 2005 em acupuntura e veio se especializando em outras técnicas que você pode conferir aqui no nosso site na área especial dedicado a nossa equipe.

Comments


_DSC1238.jpg
bottom of page